12.7.06

As palavras são como pedras

Atirar uma pedra: no momento seguinte já não nos pertence, impossível voltar atrás, ela voa e vai bater.

Bate!!!

E agora? Que fazer depois de dizer a alguém: "quem és tu para me criticares?" Sobretudo se é alguém com esse direito pelo lugar que ocupa no nosso universo.

A pedra bate e faz doer. Deixa marca.

Quem sou eu para atirar assim uma pedra?

Nódoa negra. Onde bateu mas, também, em de onde partiu.

1 comentário:

daniel sant'iago disse...

Há sempre palavras que não são pedras que magoam... Como estas!
Obrigado.

daniel