2.7.06

Para o Daniel Sant'Iago, "brincador" de palavras...

Há blogues com autor identificado e os que são assinados por pseudónimos. Eu estou no primeiro caso e tu no segundo. Qual é melhor ou pior? Nenhum. Apenas diferentes.

Pseudónimos sempre houve, heterónimos houve alguns que todos conhecemos. Mas isso era na literatura "dos livros".

O que me faz confusão na "literatura dos blogues" é a invenção continuada de "um Outro" que, dia após dia, escreve e comenta os comentários que recebe como se fosse uma pessoa real. Mas como não é, usa a roupa que todos lhe conhecem como pessoa real mais a que só tem coragem para usar quando está sozinho. E isso dá resultados de cambiantes diversos, que vão do hilariante ao "nauseante". (Sim, caí na tentação de fazer comentários jocosos. Foi o que na altura me pareceu mais adequado àquela amostragem de "fotos-ousadas-mais-poeminhas-de-glosa". Peço perdão se ofendi, eu apenas me estava a rir... Mas depressa fui topado. Eu a tentar enganar um mestre do disfarce...).

Do outro lado do blogue estão aquelas pessoas que lêem e comentam, com nomes tão improváveis como "ninfa cor-de-rosa", ou "della-porther", num jogo de espelhos e artifícios que, sendo divertido, por vezes tem um aspecto irritante: um aroma subtil de afectividade afectada, resultado do faz-de-conta que tudo aquilo é.

Repara, Daniel: não faço juízo de valor. Apenas um "juízo de consequência". Sim, é o que dá ser sincero, dizer a um amigo que se tem um blogue e esse amigo não ter capacidade para o ler simplesmente. Erro teu, culpa minha. Estamos quites.

Amigos? Sempre!!!

2 comentários:

JMD disse...

Daniel: era de esperar um comentário.Estranho, não?
Deve ser o tal manual de etiqueta da net...
Decididamente não estou nessa...

daniel sant'iago disse...

Só agora te li... aqui!
E com "jmd"! Aparece por lá e dá a tua opinião fundamentada. Verás que será recebida.
Quanto ao mais digo nada!

daniel