1.10.06

Alguém, bem longe...






De Timor, Ana V. envia um SMS desesperado e lúcido.
Mergulhado na incerteza, procuro Ruy Belo. Leio:



Mas tudo é apenas o que é
levanta-te do chão põe-te de pé
lembro-te apenas o que te esqueceu

Não temas porque tudo recomeça
Nada se perde por mais que aconteça
uma vez que já tudo se perdeu


Daqui a Timor vai a ponte de um enorme abraço de solidariedade!

2 comentários:

avelaneiraflorida disse...

para TIMOR vai sempre o nosso coração!

J. Moedas Duarte disse...

Obrigado. Estás atenta.Bjos