30.5.07

A vós, que amais o amor...


Há muitos anos ouvi ler a história de Amadis. Agora ela chega-me de novo, pela mão de uma jovem que a está a ler para as aulas, na versão de Afonso Lopes Vieira, Romance de Amadis.
« Senhores, ouvide o Romance de Amadis, o Namorado. Escreveu-o um velho trovador português, mas depois um castelhano, trocando-lhe a língua e o jeito, da nossa terra o levou. Porém as mais nobres mentes de Espanha já por nosso o dão.
Em Portugal tem a segunda pátria o espírito heróico e amoroso da Távola Redonda.
E o conto é o do amor mais fino e fiel, de português amor, rendido como ele é só.
Ao começar o Romance, invoco a memória do cavaleiro-poeta que o compôs, para que me alumie. Invoco a alma do Portugal que aprendeu com Amadis a ser gentil e forte e a prezar a flor da Honra.
E vós que amais com amor heróico e fiel, que amais o amor, ouvide a história como eu a senti.»

3 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Numa obra, talvez menos conhecida, Jacques Le Goff faz, entre outras, a análise de um outro romance medievo: Erec et Enide...
Vale a pena ler, já não digo o original de Chrétien de Troyes, mas uma boa tradução!!!
Quanto à obra de J Le Goff -O maravilhoso e o quotidiano no Ocidente Medieval, foi publicada nas "velhinhas" edições 70...É de leitura indispensável!!!!
Sobre o Afonso Lopes Vieira e a sua sensibilidade para esta temática,basta relembrar todas as obras que se leram na infância e nos abriram as portas para este "mundo" inesgotável!!!

JMD disse...

Obrigado pelas indicações preciosas. Mais um íten para a agenda de futuras conversas...

avelaneiraflorida disse...

Pois...
cada item dá, pelo menos, para uma VIDA INTEIRA!!!!